Carta de despedida para 2015



Carta de despedida para 2015

Mais um final de ano ai, quem diria, você, 2015 passou voando! Já são quase 365 dias a mais vividos na bagagem! É ao mesmo tempo assustador e confortador.
Eu tenho vivido uns dois a três anos de cão, no meu terceiro ano de faculdade eu enfrentei uma greve docente que quase colocou meu semestre a perder e apesar da causa justa eu quase entrei em colapso nervoso e em pânico, repensando minhas escolhas e temendo-as, em 2014 a mesma coisa, uma greve discente, um TCC e três estágios também me desgastaram muito, tudo isso atrelado a insegurança de encarar o mercado de trabalho, eu era estagiária bolsista do programa de extensão universitária e não sabia como ia ficar a minha situação financeira em 2015.
2015 chegou e eu mais uma vez cheia de expectativa, tinha arrumado trabalho, colado grau, vestido de formatura, Fabi linda me maquiou e me penteou, mas sofri um baque dois dias após a minha festa de formatura, eu perdi minha mãe pra uma parada cardiorrespiratória e isso tirou meu chão. Toda a minha formação foi muito sofrida, minha mãe sacrificou tempo, dinheiro, me esperava acordada até meia noite e não importa as brigas que tivemos o mundo dela era eu, eu era o seu amor incondicional e eu queria demonstrar pra ela que tinha valido a pena, eu queria realizar os sonhos dela, mas não tivemos tempo pra isso. Minha mãe não me viu recebendo o primeiro salário com carteira assinada, não me viu me tornar concursada, não viu as minhas conquistas e não me amparou nos meus retrocessos, tudo isso dói demais, dói dia a dia!
Essa perda me jogou no fundo, na depressão, em momentos em que sim, eu pensei em acabar com tudo, que eu não ia agüentar a pressão, mas ao mesmo tempo me mostrou que eu posso ser mais forte e que eu tenho pessoas com quem contar, como meu pai, meus amigos, meus colegas de trabalho e aprendi a pedir ajuda, a não guardar tanto os sentimentos, a trabalhar a raiva, a dar tempo ao tempo.
É claro que tem horas que eu não quero sair de casa, que quero chutar o balde, gritar, chorar e espernear, mas aprendi que posso me dar a esse direito também, mas que mesmo depois de tanta angustia eu posso seguir, eu posso ir além. Claro que tem horas eu que fico de mal do Cara lá de cima por ter me colocado nessa, mas por mais que diga que não, eu ainda tenho fé, fé de que isso é uma provação, uma provação pela qual eu passarei com louvor.
Sei que não fui a única a sofrer, inúmeras catástrofes assolaram o nosso país e o mundo todo, sofri por isso e espero sinceramente que seja um 2016 de muita paz, de esperanças renovadas, de união, respeito e muita perseverança para todos que se vêem em uma situação difícil, para que todos tenham renovadas as suas esperanças mesmo nos momentos mais obscuros.
Para o meu 2016 eu espero de mim mesma mais perseverança pra cuidar de mim, pois só assim eu posso cuidar dos outros, a gente só faz os outros felizes quando estamos felizes também, isso eu aprendi e preciso por em prática, eu decidi que em 2016 não vou fazer nenhum curso de pós e afins como fiz neste 2015, meu corpo pede por um descanso, minha mente quer absorver mais lembranças que dados. Isso não quer dizer que vá me acomodar, mas que eu não irei abraçar mais o mundo sem me abraçar primeiro e como diz o ditado “dar um passo maior que minha perna”, eu quero viajar, quero me tornar o mundo pra alguém, quero ver o mar, pisar na areia, bancar a turista, quero encontrar mais motivos para rir, quero viver dia após dia extraindo o melhor de cada situação, fazendo valer a promessa que não tive tempo de fazer à minha mãe que é ficar bem.
Esse 2016 serei eu que o construirei, não espero nada dele, mas espero de mim. Essa é a mensagem que gostaria de deixar: não importa o que passou, os golpes que levou, as lágrimas e a sua angustia, importa que você levante e prossiga, não espere soluções fáceis, se reinvente, procure o que te faz bem, se afaste do que é nefasto, lute pelo que almeja, encontre algo bom em cada dia e no final terá centenas de boas lembranças que suprirão tudo de ruim que acontecer!

6 comentários:

  1. Só lhe digo parabéns por toda a força!! 2016 será, sim, um ano muito melhor, porque você já demonstrou que merece e tem força para fazer dele um ano gostoso de ser vivido!! Um ótimo ano novo para nós e que seja de superações, perseverança e muita alegria!

    Beijos,
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie Thaila =)

    *abraça forte*
    Quando meu pai faleceu eu estava no ultimo ano da faculdade e hoje a cada conquista minha, por menor que ela seja fico imaginando ele comemorando comigo.
    2015 foi a treva no geral. Não conheço ninguém que teve um ano bom, e de verdade está na mais que na hora de ele vazar rs...
    Tenho esperança que o ano que vêm será melhor, afinal o regente é o Sol e tudo o que mais precisamos é de luz.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  3. Oi Thaila,
    Incrível como passamos dias e dias, nas redes, na internet e jamais iremos saber o que uma pessoa leva no coração e na mente. Sinto muito esses três anos terríveis, sei que eles não foram bons para muitas pessoas, mas quando a gente faz que nem você e revela dessa maneira, acabamos por dividir o fardo. Hoje és uma pessoa mais forte e decidida e tens de se orgulhar de cada passo e planejar conforme seu coração e razão desejam. Que sua família e amigos estejam sempre por perto, porque eles realmente são tudo e que jamais esqueça que sua mãe mora eternamente dentro de você. Todos passamos momentos difíceis, mas dividir é sempre aliviar. Obrigada pela mensagem que só fez com que eu te admirasse mais.

    Beijos Elis!!
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Caracas, que carta sincera. Olha, você passou dores realmente fortes e que nos colocam em dúvida sobre o que realmente a gente quer para a nossa vida e se realmente desejamos continuar nela, já passei por isto muitas vezes e passo muito, também tenho este problema de depressão. Mas a vida ensina e a gente precisa se voltar a quem está ao nosso lado e saiba que sempre pode contar com os colegas blogueiros!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  5. Thaila!
    É isso mesmo, temos de nos renovar, deixar o passado para trás e pensar e focar no futuro com mais felicidade, nos valorizando, nos amando e colocando em prática o amor próprio para podermos amar os outros.
    Somos privilegiados por podermos passar pelas situações difíceis, porque elas que nos fazem crescer, mudar de postura e nos elevarmos espiritualmente.
    Precisando estarei por aqui sempre...
    Desejo um 2016 carregado de saúde, realizações e muito sucesso em tudo que empreender.
    “Que as conquistas no Ano Novo, cheguem na sua vida como confetes: Abundantes, Alegres e festivas...FELIZ SEMPRE!!” (Ana Marise)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Thaila!
    Uma mensagem escrita com a alma e o coração. A vida nos ensina a cada dia que vibramos com nossas conquistas como também choramos a nossas perdas. Entre alegrias e tristezas vamos amadurecendo e nos fortalecendo para seguir em frente buscando o nosso próprio caminho buscando realizar os nossos sonhos.
    O importante é sabermos que precisamos de muita força de vontade para chegarmos aonde almejamos.
    "Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver." (Dalai Lama)
    Beijos no seu coração e que 2016 chegue cheio de boas energias.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa