Resenha Amigas para sempre




Amigas para Sempre

Primeiros Sucessos 47

 Sherryl Woods

Harlequin, 2014

Sinopse: O que seria de Emma Rogers sem suas amigas do Clube da Amizade? Quando adolescentes, elas apoiaram seus sonhos mais ambiciosos. Uma década depois, Emma volta para casa e tem que lidar com os percalços de ser mãe solteira e uma das melhores advogadas do país. E Cassie, Karen, Gina e Lauren vão ao seu encontro. Mas por que insistem para Emma ver Ford Hamilton com outros olhos? Como se ter a própria filhinha encantada pelo deslumbrante e insuportável jornalista já não fosse o suficiente, para piorar, o coração de Emma está seriamente tentado pela oferta de Ford de continuarem discutindo por toda a vida... juntos! 


Minha primeira leitura de um livro de Sherryl, quantas surpresas!
Primeiro a Emma que conheci pela sinopse não foi a mesma que encontrei ao longo da leitura, a Emma do interior da história é uma mulher amarga, que deu ênfase ao trabalho em vez de se dedicar a filha e a família. Ela é uma das melhores advogadas de Denver, mas a que preço?
O casamento de Emma terminou de forma trágica e isso lhe deixou marcas profundas, seu ex queria que ela fosse a mulher submissa que ela nunca seria e o desgaste foi natural, para mostrar sua independência ela se tornou um tubarão nos tribunais, mas sua filha Caitlyn pagou um preço alto, mesmo morando na mesma casa que a mãe e aos 6 anos é uma criança solitária que teve que amadurecer muito.
Percebendo o rumo de seu distanciamento com a filha, Emma aproveita um evento de alunos do ensino médio de sua turma para viajar com a menina para a sua cidade natal no interior. As coisas em Winding River não mudaram muito, mas poder se juntar as amigas para conversar de infância e ao mesmo tempo rever a família levam Emma a uma época em que suas preocupações eram mínimas! E sua filha parece mais feliz ao lado dos avós e primos, mas isso é temporário. Será mesmo?
Ford Hamilton cansou da vida na cidade grande por isso não recusou a oferta para comprar e gerir o jornal local da pequena cidade, quem poderia dizer que o destino ia trazer uma surpresinha bem sensual da cidade grande?
Emma não gosta de jornalistas e por mais que Ford pareça ser um homem honrado seus bloqueios não permitem se envolver com alguém com essa profissão e quando o destino coloca-os em lados opostos em uma situação todo o cuidado é pouco! E bem parece que o destino influencia para que Emma e Caitlyn permaneçam mais tempo em Winding River.
Confesso que esperava mais do livro, senti Emma ressentida o tempo todo, primeiro por seu casamento e por sua falta de sucesso na vida pessoal e depois pelas escolhas que a levaram as suas primeiras insatisfações. Seu envolvimento romântico com Ford perdeu espaço para o diálogo com os problemas internos e familiares de Emma, aliás eu pensei que o relacionamento entre mãe e filha ia ganhar mais ênfase, mas não foi o que aconteceu.
Eu li e curti, mas não foi uma leitura marcante. Fiquei curiosa pelas histórias das outras amigas de Emma, acredito que elas venham a encantar com suas histórias. A tentativa de Sherryl com esse livro foi fazer mulher frustrada com a vida se reencontrar com a felicidade em uma pequena cidade, mas Emma é tão fechada para as coisas da vida que seu final ficou um tanto apressado e não foi como eu desejava.
Vou ler outros livros da autora, espero ter leituras mais marcantes. Espero que compreendam minhas ressalvas e não deixem de ler a história, pois talvez o que não me cativou na trama seja aquilo que mais te agrade.
Fica a Dica!

Vem pra pilha #8

Oi gente, vim mostrar o que andou chegando aqui em casa, não foram poucos!
Primeiro eu com o livro "Coração Cheio", recebido pela parceria com nossa parceira, editora Schoba! E na foto seguinte o kit recebido, com muitos mimos!

Por toda a Eternidade, que ganhei da Lygia do Brincando livros! Simplesmente maravilhoso e meu "Entre o Amor e a Paixão" que demorou, mas chegou! Os anjos cantam Aleluia!

Meus romances em parceria com a Harlequin e da promoção que ganhei no blog da Leninha!
Mesmo tendo como foco os livros eu precisava mostrar esses lindos adesivos artesanais de unhas que comprei! São perfeitos demais e quis compartilhar!
Por enquanto é só, espero que gostem!

Lançamento- Editora Charme

Oi gente, hoje quero trazer para vocês mais uma novidade da Editora Charme, espero que curtam e que já fiquem ansiosos pelo lançamento oficial do livro!
Confiram algumas informações!
Tudo o que eu Preciso
B&S - 01
Autora: Kimberly Knight
Sinopse: Spencer Marshall estava deprimida.
Depois de pegar seu namorado traindo-a com a secretária, ela decide ter um fim de semana só de garotas em Las Vegas, com sua melhor amiga, Ryan. A sorte deve estar a favor de Spencer, porque o gostoso que tem chamado sua atenção na academia está no mesmo voo que elas para Las Vegas.
Spencer pode até ser chamada de antiquada, mas ela acredita que o cara deve dar o primeiro passo numa relação. Só que este gato não se aproximou dela ainda... até que eles têm uma dança extremamente quente em Las Vegas, que a faz questionar os motivos dele.
Será que seu gato, finalmente, falará com ela ou ele vai continuar com esse joguinho de flertar, que pode não dar em nada? E será que as situações do passado deles os impedirão de dar o próximo passo?
Apesar do que as pessoas dizem, nem tudo que acontece em Vegas fica em Vegas, especialmente quando você malha todos os dias, no mesmo horário e na mesma academia.
 

Observações:
A previsão de lançamento de Tudo o que eu preciso é Ago/14.
É uma série, e não mais trilogia, pois a autora está escrevendo mais três livros
E não se esqueçam que seguindo o twitter da editora: @EditoraCharme você sempre fica sabendo da novidades em primeira mão!
 

Resenha As violetas de março





As Violetas de Março 

Qualquer pessoa que já tenha perdido um amor vai se encantar com este livro. 

Sarah Jio

Novo Conceito 

2013

Sinopse: Emily Taylor é uma mulher jovem e escritora de sucesso, mas não gosta muito de seu próprio livro. Também tem um casamento que parece ideal, no entanto ele acabará em divórcio.Sentindo que sua vida perdeu o propósito, Emily decide fazer as malas e passar um tempo em Bainbridge — a ilha onde morou quando menina — para tentar se reorganizar.
Enquanto busca esquecer o ex-marido e, ao mesmo tempo, arrumar material para um novo — e mais verdadeiro — livro, um antigo colega de escola e o namorado proibido da adolescência tornam-se seus companheiros frequentes. Entretanto, o melhor parceiro de Emily será um diário da década de 1940, encontrado no fundo de uma gaveta.
Com o diário em mãos, Emily sentirá o estranhamento e a comoção causados pela leitura de uma biografia misteriosa que envolve antigos habitantes da ilha e que tem muito a ver com sua própria história.
Assim como as violetas que desabrocham fora de estação para mostrar que tudo é possível, a vida de Emily Taylor poderá tomar um rumo improvável e cheio de possibilidades.
 As Violetas de Março é um romance sobre a força do amor, sobre as peças que o destino prega e sobre como podemos ser felizes mesmo quando tudo parece conspirar contra a felicidade.


Emily não vive o melhor momento de sua vida. Considerada uma premiada autora, ela não consegue escrever seu próximo livro graças a um bloqueio criativo e ela vê seu trabalho como medíocre e sem sentido. Sua vida pessoal também não anda bem, seu marido confessou estar apaixonado por outra mulher e pretende se separar dela.
Abalada, mas incapaz de derramar uma lágrima sequer ela inicia seu processo de “cura”, sua melhor amiga Annabelle a estimula a dar-se férias, sair do ritmo alucinante de Nova York e ela decide fazer isso, sua escolha de lugar para se reorganizar e encontrar um pouco de paz é fácil já que nenhum lugar lhe deu mais paz do que a casa de sua tia Bee na ilha de Bainbrigde Island na baia de Seattle. Emily e sua irmã costumavam passar verões na companhia da extrovertida tia, mas a vida e as rotinas acabaram por afastá-las desse pedacinho do paraíso.
Voltar a ilha dezessete anos depois é um tanto nostálgico a Emily, rever sua querida tia, rever velhas paixões e lugares, ela quer se curar de suas feridas e se deu um mês de férias, um mês de várias mudanças e várias surpresas. Encontrar um misterioso diário em seu quarto e ainda mais de uma mulher que ela nunca ouviu falar, além de instigante é inusitado, ler aquelas páginas e conhecer mais da história de amor ali descrita a faz pensar sobre o que ela teria a ver com tudo aquilo.
Conforme procura respostas Emily percebe que vários segredos continuam escondidos e decifrá-los se torna uma missão mais difícil que ela imagina. É um mês para que ela possa se curar e quem sabe curar algumas feridas do passado também.
Não consegui largar o livro até terminá-lo, é instigante a mescla das histórias de Emily e Esther (a dona do diário) é harmonioso, é agradável. É uma das melhores leituras do ano e que recomendo a todos que gostam de um bom livro.

ESPECIAL- Harlequin e eu, muitas histórias!





Oi gente, tudo bem?
A editora mais romântica do mundo propôs um desafio as suas parceiras: contar uma história sobre a sua paixão pelos romances e o felicidade em livros não podia ficar de fora e topou essa divertida brincadeira, vou contar para vocês uma situação verídica que essa pessoa que vos fala viveu em sua luta por um bom livro!
Primeiramente, quero que compreendam minha situação: eu moro em uma cidade extremamente pequena, pensem em um ovo de codorna! (sem exageros gente, minha cidade é pequenininha de tudo!) e não tem banca de jornal, nem sebos, nem nada! Então quando eu tenho tempo e $ eu vou ao centro da cidade de São José do Rio Preto, cidade que fica a uns 30 km de distância e tem sebos maravilhosos. Eu amo comprar livros em sebos porque converso com os vendedores, dou dicas para outras pessoas, conheço mais livros e autoras sem falar que gosto dos surradinhos, pois esses é que tem histórias e é numa dessas idas e vindas aos sebos que me aconteceu essa historinha.
Sou fã da Maureen Child e sempre fui doida pra ler a trilogia “Aposta com o coração”, mas no site sempre dava como esgotado algum dos livros e eu queria os três, pra ler em sequência e tudo, em um belo dia lá está a Thaila em uma banquinha de livros vasculhando tudo à procura de bons livros e quando eu olho que tem os dois primeiros livros da trilogia, fiquei eufórica, pois logo pensei: Se tem dois, tem que ter mais um! Vasculhei em todas as pilhas de livros e nada de achar, já to pensando "Caramba Thaila, não é possível que até aqui você vai ter tanto azar!"quando olho o bendito livro ta na mão de outra cliente da banca prestes a ser levado pra casa da cidadã, pra longe dos meus bracinhos, desespero bateu e ai eu gritei de olho arregalado e tudo: “Moça do céu, você não pode levar esse livro!!!”. É claro que ela estranhou, porque cargas d’água ela não podia levar o livro pra casa? Gente, eu juro eu implorei pra ela pra deixar aquele livro pra mim, o dialogo foi mais ou menos assim:
−Moça, eu preciso desse livro!
− Eu também quero ler!
− Moça, você mora perto, eu moro longe!
− Mas esse é difícil de achar.
−Eu sei to procurando a um tempão, olha eu já achei os outros dois, é maldade você levar só um e me deixar na vontade! Por favor, não seja má. Eu preciso ler essa trilogia, eu quero tanto, aposto que você não tem tanta vontade assim!
Gente, eu juro passei uns 15 à 20 min tentando convencer essa criatura divina a me cede o livro, por fim, não sei se ela ficou com pena ou já não queria mais me ouvir tagarelar no seu ouvido que me deixou o livro e eu claro fiquei toda boba alegre, comprei, fui pra rodoviária até saltitante e no trajeto do busão li a metade do primeiro livro da trilogia e em casa, no final de semana li todinhos! É óbvio que não troquei os livros, eles estão aqui na minha estante e sempre que preciso de uma boa leitura pego eles e me delicio novamente com as histórias, eu não enjôo! Mas de uma coisa é certa, toda a vez que vejo o livro me lembro dessa passagem e não resisto, caio na gargalhada, pois me lembro da cara de espanto da dona da banca e da compradora quando eu gritei “Moça do céu, você não pode levar esse livro!!!”, foi muito engraçado e essa é a minha história no #vidadeleitoraviciada
E você tem alguma boa história pra compartilhar também? Conta aqui nos comentários... eu vou adorar rir das suas histórias como espero que riam da minha louca aventura nos sebos!
Harlequin 9 anos, vem que a festa também é sua!

Resenha Coração Cheio

Coração Cheio - Iara Teixeira

Mesmo quando não se está à procura do amor, ele pode estar buscando por você. Alice não se lembrava de ter conhecido Gustavo anos atrás, mas ele nunca se esquecera dela. Nem o reencontro conturbado nem a polícia seguindo seus passos o fizeram desistir de tê-la novamente. Então, ajudá-la a lidar com seus conflitos e usufruir de sua nova vida foi a melhor maneira que ele encontrou para aproximar-se, mesmo que sua própria liberdade estivesse em jogo. Sentir o coração cheio, repleto de amor e desejo, sendo livres juntos é uma forma doce e sensual de encarar novas verdades e deliciosos desafios.





Alice sempre teve tudo o que o dinheiro pode comprar: carros, casas, jóias, viagens, escolas boas, entretanto o preço cobrado foi muito alto: ela viveu sem o carinho e compreensão dos pais. Seu pai, ausente era mais um tirano ditador que definia os rumos da vida da filha e sua mãe estava sempre ocupada em algum evento para cuidar da filha. Junto com os dois irmãos mais velhos, José e Paulo, a vida foi solitária.
Em um curso universitário que não gosta e se sentindo muito diferente das colegas a única amiga de Alice é a divertida Laura. E foi graças à amiga que em uma festa nossa protagonista conhece Gustavo.
Gustavo é um jovem de origem simples, que lutou para subir na vida e se tornar engenheiro, mas nos tempos de faculdade era um ótimo jogador de vôlei e foi nas quadras que conheceu José, o irmão de Alice e que tanto falava mal da irmã, mas que mesmo com tantos aspectos pejorativos ele acabou se apaixonando pela jovem. O destino cruzou o caminho de ambos e agora eles estão cara a cara.
Uma reviravolta acontece e de repente Alice se vê livre das amarras que a prendiam, agora ela pode ser quem quer, fazer o que quer e finalmente se ver livre da falsidade e do dinheiro que só lhe afastou das pessoas que amou. Disposta a crescer por si só, ela resolve tomar as rédeas de sua vida e seguir novos caminhos, caminhos que a levam direto aos braços de Gustavo.

“Como e por que agora? Nessa situação tão complicada, uma pessoa como ele entra para bagunçar tudo, uma bagunça que parece boa, alegre e espera que não muito perigosa” p. 22

Gustavo esta de mudança do Rio de Janeiro para São Paulo, mas muitos mistérios cercam sua mudança. Seria ele um bom moço realmente?
Culpado ou inocente?
Essa é a pergunta que a gente faz conforme as páginas passam, seu coração diz que sim, mas sua mente diz que as evidências mostram que ele é culpado. A autora faz esse jogo muito bem, pois eu fiquei em conflito comigo mesma, pois cada hora achava uma coisa. Essa paixão e essa entrada de Gustavo na vida de Alice é ao mesmo tempo romântica e maluca, tudo fica muito subjetivo!
Adorei a escrita em terceira pessoa, deu dinamismo à obra. Parece que você não esta lendo, mas sim vivendo a história! O romance de Gustavo e Alice se desenvolve de forma ora doce, ora intensa traduzindo momentos próprios da paixão que assola! A revisão da história está perfeita e a capa é lindíssima, o elemento principal (jukebox) combina com a trama e o título além de original é o tradutor perfeito de como você fica depois de terminar de ler a história... de coração cheio de emoção! 

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa