Abandonei... O lugar da felicidade


Oi gente, vocês sabem que eu sou turrona quando se trata de livros, eles são a minha paixão e vicio e mesmo quando a história não é lá aquela maravilha eu sempre busco lê-la até o final para encontrar algo que a torne significativa.
De uns tempos pra cá tenho enfrentado uma ressaca bem brava e o blog não estagnou por conta de algumas resenhas que eu já tinha escrito e programado (UFA!), mas enquanto eu tentava sair desse momento bem ruim que todo leitor passa de vez em quando eu fui arriscando a ler alguns livros que há muito estavam parados na minha estante-armário. Um deles é “O lugar da felicidade”, como podem conferir pela sinopse:

Ao partir para Nova York para ajudar a cuidar da filha grávida, Annabelle McKay reencontra seu antigo amante, e a antiga paixão se reacende. Diante de uma segunda chance de viver um amor inesquecível, ela tem de escolher entre o homem que faz o seu coração bater rápido e o marido apaixonado que resistiu fielmente a seu lado há quase 30 anos.

Em vez de vir resenhá-lo venho dizer que ele foi categoricamente abandonado! Não passei da página 43... isso mesmo, de um livro com 317 páginas li apenas 43 e não sai disso...
Fiquei bem decepcionada com a trama, mas também sou teimosa e compro um livro que fala justo sobre traição conjugal ago que não consigo aceitar... Tenho uma mente mais retrograda nesse sentido, não consigo perdoar traições de todas as formas e creio que nunca perdoaria uma traição de alguém que amo e com quem compartilho a vida. Fui criada com a versão romântica do casamento, cuja premissa esta em amar e honrar o seu conjugue. Deixar de amar não é desonra ao compromisso com seu parceiro e uma promessa com Deus, mas trair deliberadamente é.
Então devem estar se perguntando por que cargas d’água comprei um livro que claramente vai contra todos os meus instintos. Simples: impulso! Tenho esses acessos de vez em quando e num desses comprei o livro em promoção, uma vez que, contra todas as possibilidades a sinopse me atraiu.
Só que entre as muitas sensações que a história poderia me despertar, contraditoriamente as expectativas, foram sensações negativas.
Ver Annabelle narrando seu amor proibido e as formas como essa ânsia de amá-lo magoou pessoas demais me deu bastante raiva, creio que esse foi um dos principais motivos de ter abandonado a trama.
Annabelle é uma mulher madura em idade, mas que parece não ter a consciência de seus atos do passado ou a maturidade que o tempo teoricamente traria, ela narra com naturalidade e com uma hipocrisia que me irritou profundamente, ela não parece verdadeiramente sentida em ter tido um caso extraconjugal. Entendo que amor é algo forte e que em muitos casos pode consumir a sensatez de uma pessoa, que ao mesmo tempo em que cura ele também fere, não me agrada ver esse lado obscuro do amor.
Como podem ver a escolha não foi das mais ideais para me tirar de uma ressaca, mas o livro encalhado ficará mais um tempo na minha estante, esperando uma nova oportunidade, quem sabe eu seja mais benevolente com Annabelle e com sua história em um futuro.

7 comentários:

  1. oi ^^
    pow eu já não curto livro assim e não compro livro faz um bom tempo =/ já fico logo com o pé atras sabe? mas sei como é quando um livro chama a atenção e a gente tenta comprar pra ver se vai xp.
    pena q n tenha gostado e nossa eu deveria desisti mais rápido das coisas, pq fico enrolando na leitura até enlouquecer. inclusive o último livro q eu li demorei quatro meses enrolando e agora desisti. não aguentei mais =/ Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Não conhecia esse livro e confesso que ele não me cativou em nada.
    Sou do tipo que leio o livro até o fim, mesmo não gostando, mas nesse caso acho que abandonaria também.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. adorei a resenha e o blog.
    claratorrespalavras.blogspot.com
    abraços

    ResponderExcluir
  4. Confesso que sua resenha me deu uma certa curiosidade de ler. Também já abandonei livros e a sensação é horrível.
    http://souadultaagora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Já abandonei muitos livros, atualmente quando não gosto já descarto para a pilha de doações. E quando as expectativas eram altas e aí vem aquela decepção? É de amargar!
    Bjus
    fabi

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Já aconteceu de eu parar um livro por não conseguir terminar a leitura. Eu já li um livro desse autor, e não gostei muito da narrativa.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  7. Esse ano estou assim também, não tá me agradando, tchau. Tô sem tempo pra livro que não faz minha cabeça.

    Bjks

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa