Resenha Uma Prova de Amor



Uma Prova de Amor
- Emily Giffin-
Novo Conceito, 2013
Sinopse: Primeiro vem o amor, depois vem o casamento e depois… os filhos. Não é assim? Não para Claudia Parr. A bem-sucedida editora de Nova York não pretende ser mãe, e até desistiu de encontrar alguém que aceite esta sua escolha, mas, então, ela conhece Ben. O amor dos dois parece ideal. Ben é o marido perfeito: amoroso, companheiro e — assim como Claudia — também não quer crianças. No entanto, o inesperado acontece: um dos dois muda de ideia a respeito dos filhos. E, agora, o que será do casamento dos sonhos? Uma Prova de Amor é um livro divertido e honesto sobre o que acontece ao casal perfeito quando, de repente, os compromissos assumidos já não servem mais. Contudo, é também uma história sobre como as coisas mudam, sobre o que é mais importante, sobre decisões e, especialmente, sobre até onde se pode ir por amor.
“Eu nunca quis ser mãe. Mesmo quando eu era pequena e brincava de boneca com minhas duas irmãs, sempre fazia o papel da tia Cláudia boazinha, que dava banho, trocava fralda, embalava seus bebês de plástico e depois ia embora, à procura de coisas mais animadas para fazer no quintal ou no porão. p. 11”
É com esse trecho que começo a resenha, assim vocês já vão conhecendo Cláudia, uma importante editora do mercado literário e que nunca quis ser mãe. Para ela, bebês são iguais à gastos e noites insones e com certeza isto não está em seus planos! Ela prefere o compromisso consigo mesma e a agitação da vida.
Enquanto todas ao seu redor estão lutando pra ter um filho como sua irmã caçula Daphne, ou aquelas que querem ter filhos para prender os maridos em uma fugaz tentativa de consertar o casamento como é o caso de sua irmã mais velha Maura ou de sua amiga de Jess que acredita que um bebê a faria se tornar esposa em vez de amante, nossa protagonista se volta para o trabalho e a curtição de festas e viagens não programadas.
Encontrar o parceiro perfeito mostrou-se uma difícil missão, mas Ben apareceu e tudo mudou, além de perfeito para ela, ele também não quer ter filhos o que torna a união ainda mais perfeita, mas tudo muda quando os desejos de Ben sobre a paternidade muda radicalmente gerando desconfortos e múltiplas mágoas para ambos.
Eu não consegui entender Cláudia em alguns momentos, primeiramente ela parece não estar comprometida em um casamento com Ben, mas sim em um acordo de relacionamento onde as questões e anseios do conjugue não são discutidas. No caso de ter ou não um filho, ela se fechou para a discussão, somente se importando com o seu ponto de vista e seus desejos. Para mim quando se esta em um casamento o mais importante é encontrar uma forma de realizar o desejo do casal, criando assim o nosso, sem falar que algumas de suas atitudes são extremamente egoístas. 

“Será que eu deveria ter concordado em ter um filho só para manter o homem a quem eu amava de verdade?” p. 149

Entretanto, ao longo de sua história pude ir compreendendo-a e mais ainda acompanhar o seu crescimento enquanto pessoa, no fim ela foi até uma personagem que me surpreendeu positivamente.
Outro ponto interessante quando falamos de livro de Emily é que ela sempre vai dar uma cutucadinha em uma ferida da nossa sociedade, ou um tabu. Afinal quem nunca ouviu que a realização de uma mulher é a maternidade? Quem não tem filhos não é completo? Que tem algum probleminha escondido? Essas são questões levantadas pela autora em sua trama, afinal o que é ser mãe? Porque se escolhe ser mãe? É algo intrínseco da mulher, esse instinto?
Quando você lê um livro da Emily à forma como as questões chave da história são levantadas te faz pensar muito, além do mais a autora é muito boa em criar enredos tão surpreendentes que você não sabe realmente o que irá acontecer até ler a última palavra e isso é realmente muito bom. Fazia muito tempo que não lia um livro dela, meio que entrei em ressaca depois que “Questões do Coração” que me marcou muito, voltando a ler livros dela não poderia ter escolhido leitura melhor e principalmente mais agradável!
E ai, você já leu? Se não leu, gostou do enredo e pensa em ler? Quero ouvir sua opinião!

13 comentários:

  1. Não li este ainda, mas gosto da escrita da Emily, seus livros são sempre gostosos de ler.
    beijos

    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir
  2. Já li um livro dela antes e gostei bastante. A escrita é realmente boa e fisga o leitor. Estou com esse lá na minha casa há tempos e nunca consigo ler. Acho que vou me identificar com a personagem porque eu penso a mesma coisa que ele sobre filhos. kkkkkkkkkkkk
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Me vi em várias partes da sinopse, estou incrivelmente tentada em ler o livro.
    Beijo

    Platina Rosa || Instagram || Facebook <3

    ResponderExcluir
  4. Olá Thaila,
    Já li esse livro e também me senti confusa em relação ao que a Claudia queria para sua vida, mas soube lidar bem com isso e me apaixonei pela história. Aliás, todos os livros da Emily são incríveis.
    Adorei a sua resenha.
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não li este livro, guardei muito tempo ele aqui em casa para ler, mas quando vi que não ia ter mesmo tempo acabei dando para um outra pessoa resenha-lo para meu blog. Gosto da escrita da Emily Giffin pois ela me cativa e sempre trata de algum tema pertinente a nossa sociedade que sensibiliza o leitor.
    Linda resenha.
    Abraços,
    Gisela
    @lerparadivertir
    Ler para Divertir

    ResponderExcluir
  6. Oi Thaila!
    Ainda não li esse livro mas já me identifiquei com a história, pois assim como a Cláudia não penso em ter filhos... E já tive que ouvir muito por causa disso. Acho que vou precisar ler esse livro!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  7. Uma Prova de Amor é o livro que menos gostei dela.
    Eu gosto de Questões do Coração, acho lindo e divertido ao mesmo tempo.


    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  8. Tô com esse livro para ler, mas ainda não tive tempo, mas acredito que vou gostar do livro, pois já li outros dela e gostei.
    otima resenha!

    http://www.lostgirlygirl.com/

    bjos

    ResponderExcluir
  9. a resenha tava otima e realmente me despertou a curiosidade de ler o livro.

    http://armazemdochef.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pela resenha Thaila! Estou ansiosa para ler Uma Prova de Amor! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Nunca li nada da autora, mas dizem que ela escreve tão bem que eu fico curioso para conferir. Achei legal essa ideia de trazer discussões para as obras. Alguns tabus e tal.
    Ótima resenha. Beijos!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Concordo com você.
    E mesmo algumas pessoas não gostarem da autora, ou deste livro, eu gosto dela. Gosto do jeito que ela fala de coisas que estão a nossa volta e muitas vezes não damos atenção.
    Acho que ela consta suas histórias de forma suave e gostosa.

    Adorei a resenha!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Embora eu ainda não tenha lido nada da Emily Giffin, sinto que a autora tem uma maneira toda especial de contar uma história.
    Gostei bastante da sua resenha e achei muito interessante a premissa do livro. Concordo totalmente com o fato da personagem não querer ter filhos, qual o problema nisso? Também não gostei desse papo da mãe desajustada ser um possível motivo para ela não querer ser mãe. Poxa vida, acho que a Claudia tem o direito de ser feliz do jeito que achar melhor, seja com ou sem filhos!


    *______*

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa