Resenha A Menina da Neve





A Menina da Neve
Ela é a resposta das suas orações ou um pequeno e mágico sonho?
Eowyn Ivey
Novo Conceito, 2015
Alasca, 1920: um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando cada vez mais um do outro. Em um dos raros momentos juntos, durante a primeira nevasca da temporada, eles constroem uma criança feita de neve. Na manhã seguinte, a criança de neve some. Dias depois, eles avistam uma criança loira correndo por entre as árvores. Uma menina que parece não ser de verdade, acompanhada de uma raposa vermelha e que, de alguma formam consegue sobreviver sozinha no frio e rigoroso inverno do Alasca. Enquanto Jack e Mabel se esforçam para entender esta criança que parece saída das páginas de um conto de fadas, eles começam a amá-la como se fosse sua própria filha. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam, e o que eles aprenderão sobre essa misteriosa menina irá transformar a vida de todos.


“Mabel sabia que haveria o silêncio. Esse era o sentido de tudo, afinal. Nenhuma criança gritando nem uivando. Nenhum filho de vizinho se divertindo de patins pela rua. Nada de barulho de pezinhos nas escadas de madeira gastas lentamente durante gerações, nem o barulho de brinquedos batendo no chão da cozinha. Todos esses sons do fracasso e arrependimento dela seriam deixados para trás e, no lugar deles, haveria apenas o silêncio” p. 1

O Alasca dos anos 20 era uma terra prometida, um mundo a ser desvendado, isolado de tudo e todos, assim como Mabel e Jack precisavam, o fardo de conviver com famílias regadas de filhos era quase insuportável para o casal que após perder um bebê se conformou em ser uma família de dois. Em busca de um novo recomeço eles partem para essa nova terra.
O casal está cada vez mais distante, seja pela idade ou pelos amargos que já passaram e que acabaram por mudá-los, mas em um raro momento de descontração, em meio ao rigoroso inverno eles criam juntos uma boneca de neve, de cabelos loiros quase translúcidos e lábios vermelhos. No dia seguinte a boneca desaparece e em seu lugar por entre a neve surge uma menina de carne e osso que mudaria para sempre a vida deles.

“Não era necessário entender os milagres para acreditar neles, e na verdade Mabel chegou a suspeitar no oposto. Para acreditar talvez você tenha de parar de procurar explicações e segurar a coisinha em sua mão o máximo possível antes que ela escorresse feito água entre seus dedos.” p. 191

Essa menina é um mistério, seu aparecimento lembra muito um conto de fadas russo do qual Mabel sempre ouviu falar em sua mocidade e ela se vê cada vez mais apegada a essa fantasia, mas eis que fica a questão: essa menina é real ou fruto da loucura de uma mente cansada?
É muito difícil responder essa pergunta, pois eu mesma enquanto leitora me vi imersa em meio a esse sentimento de querer que essa menina fosse real, mas ao mesmo tempo com medo de tudo não passar de uma ilusão.
A autora, a meu ver, trabalhou bem a questão da fantasia e do drama, trazendo como plano de fundo um enredo carregado do frio do inverno do hemisfério norte, mostrando as dificuldades de se viver em uma terra tão longínqua e ao mesmo tempo conseguindo aquecer os corações de Mabel e Jack, quanto o do leitor mostrando um amor imprescindível.
Só que... o final, não consegui terminar o livro com o mesmo contentamento com o qual o terminei, fiquei com cara de paisagem por não compreender porque um desfecho deste, na verdade imagino algumas hipóteses pelas quais creio que a autora partiu e qual a consequência emocional que ela quis transmitir, mas para mim foi abrupto e surpreendente de forma não tão positiva.
A trama é linda e a diagramação mais ainda, é uma trama crescente e comovente, mas que para mim deixou a desejar no final, eu esperava por mais. Sem mais, foi uma leitura mediana.

6 comentários:

  1. Oi Thaila!
    Nossa, o final deve ter sido decepcionante... até fiquei um pouco desanimada agora... vou ler sem muitas expectativas.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  2. Já havia lido uma resenha muito positiva, pena que o final não seja tão bom :c
    Beijos.

    claramenteinsana.com

    ResponderExcluir
  3. Oie! Gostei da capa! Mas acho que eu não leria ele por enquanto não! Quem sabe futuramente!
    Bjs, se puder comentar nessa resenha ajudaria muito: http://resenhasteen.blogspot.com.br/2015/11/delenda.html

    ResponderExcluir
  4. Olá Thaila,

    Leio sempre resenhas positivas desse livro e realmente parece ser bom, apesar da sua ressalva gostaria de ler, gosto muito dessa capa também...bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Só vou poder opinar, depois de ler esse final que você tanto citou, mas que não curtiu muito, hahaha.
    Pode ser que eu goste... Aguardem cenas dos próximos capítulos.

    Bjkssss


    Lelê

    ResponderExcluir
  6. Tô meio assim com o pé atrás para ler esse livro, fico pensando "ler ou não"..? Acho que preciso ler ele para formar minha opinião de fato.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa