Resenha Entre o amor e o silêncio




Entre o amor e o silêncio
Babi A. Sette
Talentos da Literatura Brasileira
2014
Sinopse: Entre o amor e o silêncio - Francesca Wiggs sofreu uma grande decepção amorosa e, desde então, está decidida a não se relacionar mais. Além de se dedicar a escrever o seu livro, ela resolve preencher os dias com um trabalho voluntário – a leitura para pacientes em coma proporcionaria para ela a distância para problemas com o coração. No entanto, um grande imprevisto ocorre quando ela passa a se sentir atraída pelo paciente. Mitchell, descrito como um poderoso magnata, seria a antítese de tudo o que ela busca em um homem... se não estivesse em coma. Precisar de alguém inconsciente seria um absurdo, não seria? Amar uma pessoa que nunca responde parece loucura! Francesca já havia entendido e sentia-se quase segura diante disso. Mas, e se Mitchell acordasse? A aproximação desses personagens tão diferentes revela um romance encantador e divertido, repleto de reviravoltas. Entre a vida e a morte, a ilusão e a realidade, o amor pode ser realmente o milagre que faz tudo mudar?

“Acho que agora dói demais a ideia de tirar ele da minha vida. Ele preenche os meus dias. Não serei capaz. Não agora, nem sei se quero passar por isso.” p. 113

Francesca podia ser tudo, menos uma mulher comum, intensa de natureza, mas com uma meiguice que beira a ingenuidade, sendo assim uma mulher complexa e graças as suas mil faces é uma presa fácil para ser enganada. Francie levou várias cacetadas da vida como, por exemplo, crescer sem o pai, ou ser traída e exposta pelo ex namorado, mas nem isso conseguiu tirar dela a gana de viver, de criar e isso faz dela uma escritora apaixonada.
Por outro lado, Mitchell é o exemplo do egocentrismo, dono de um dos bancos mais influentes e sendo uma das pessoas mais influentes ele se acostumou a ter tudo na hora que quer. Entretanto, nem nosso galã seria capaz de prever o futuro que o acometeria.
O acidente que debilitou Mitchell o colocou lado à lado da mulher que mais lutou por ele

“[...] pois não conseguia mais imaginar o que seria a sua vida sem estar ali, segurando as mãos dele, sem se apoiar na diária e renovada esperança de sua cura, sem senti-lo ,esmo que não sentindo-o.” p. 113

Um único fato, duas vidas entrelaçadas... para sempre?
Essa pergunta martelou em minha cabeça quando li as primeiras páginas, já que ambos são tão diferentes, vindos de mundos diferentes e que se unem por uma tragédia, mas como seria para Francie descobrir que o Mitchell desperto estava bem longe de seu ideal romântico?
Não demorou muito para que eu e Francie descobríssemos que Mitchell era um verdadeiro porco arrogante, mas mesmo assim um homem difícil de não amar... só restava a ele lutar para reconquistar a mulher mais importante de sua vida e principalmente, conseguir manter esse amor.
Para mim a trama foi longa e juro que o começo tava me dando sono, eu ansiosa pela ação, pela emoção que só embalou com Mitchell saindo do coma, antes disso a trama estava só engatinhando, mas ao mesmo tempo percebi depois que terminei que havia um porque de ser tão longa: a autora estava preparando o terreno para desenvolver sua história, sendo cuidadosa com a criação de cenário, de enredo, só que isso cansa o leitor, é informação em demasia!
Como disse, Babi foi caprichosa com sua história, inovou em enredo, contando uma paixão que supera o silêncio e do silêncio nasce o amor, pensou em vários detalhes, mas não sanou minúcias que para mim seriam essenciais para uma história nota dez. eu achei interessante e uma aposta alta da autora de dar vez e voz a personagem feminina, já que na trama podemos conhecer a fundo Francesca: sua história, seus romances, suas dores, chegas e problemas, mas ao mesmo tempo gostaria de ter conhecido Mitchell com a mesma essência, ver como ele lidaria com seus fantasmas no futuro, se os encararia ou os deixaria de lado, esses afins seriam necessários para fechar a história em um circulo perfeito.
Eu não chorei com a trama, de verdade não sei se eu estava muito fria ou se foram esses pequenos incômodos que não me permitiram me jogar na trama de cabeça e me envolver a ponto de derramar lágrimas.
Como uma primeira história acredito que Babi terá muito sucesso em livros futuros, “Entre o amor e o silêncio” é uma prévia de seu talento, afirmo isso com certeza apesar de minhas ressalvas, quando tiver novidade da autora lerei com certeza, mesmo, já que quero acompanhar a evolução da escrita. Recomendo a história para todos os românticos de plantão, mas saibam que precisam relevar pequenas falhas.

“Ela, que mal se entendia diante de tudo o que vinha sentindo. Se o deixasse agora, ficaria ainda mais perdida. Percebeu, por fim, que de algum modo absurdo, sobrenatural, louco, demais de estranho e incompreensível, essa foi a maior entrega amorosa de sua vida. Só essa insana constatação bastava no momento. Por mais louca que ela estivesse, não mudaria nada. Não queria... Não podia” p. 113

16 comentários:

  1. Oi, Thaila, infelizmente esta leitura não me cativou, achei a narrativa exageradamente rebuscada e prolongada. Não consegui ir até o final :( A premissa é maravilhosa e creio que o livro também, um dia darei nova chance. Talvez o problema tenha sido eu ou meu momento.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Livro é uma coisa engraçada. Eu que nem gosto do gênero, adorei o livro. Vai entender?!?!

    Li tão rápido que nem percebi.

    Enfim, que bom que leu ;)

    Bjksss

    Lelê

    ResponderExcluir
  3. Que capa maravilhosa né?
    Me encantei, e com sua resenha então?
    Preciso ler
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Thaila, este livro tem sempre comentários controversos.
    Uma pena quando um livro não consegue nos prender. Eu já li algumas resenhas e apesar da premissa do livro parecer ser interessante e da capa ser linda, não me senti fisgada ainda.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Linda!
    Não conhecia o livro, mas fiquei feliz em saber que uma gistória tão boa é Nacional!
    Adorei a dica, os quotes, tudo!
    Vou add na lsitinha de leituras
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Oi Thaila!
    hummm vou procurar mais comentários sobre o livro \o/
    bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  7. Olha, eu já tinha visto a capa desse livro, mas não fazia ideia sobre a trama dele. Achei bem diferente e lembrei logo de um filme que vi chamado "Páginas de uma vida", em que o mocinho fica em coma uns 2 anos e a enfermeira que cuida dele se apaixona por ele. Como amei o filme - e, sem querer, agora acabei associando a esse livro, fiquei com uma baita vontade de ler, mesmo com suas ressalvas. Se eu tiver a chance, lerei com certeza!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  8. Eu já li e amei!
    A Babi escreve muit bem, estou ansiosa pelo seu próximo lançamento, A promessa da Rosa!
    Parabéns pela resenha.

    www.detudopouco.com.br

    ResponderExcluir
  9. Parece ser um livro maravilhoso.
    Gostei muito da sua resenha.
    Beijinhos. =)
    http://abracalibro.blogspot.com.es

    ResponderExcluir
  10. Pena que o livro tem esses contratempos, mas o importante que no final é um bom livro. Enfim... nunca li nada dela, mas pretendo.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  11. Gostei da resenha Thaila. Parece ser um romance bem comovente e fluído. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  12. Olha acho que essa mulher é uma louca, viu? Se "apaixonar" por um paciente em coma que nunca se conheceram antes daquela ocasião. O que a faz ter certeza que ele sentirá o mesmo que ela quando acordar? Ela nem conhece ele em sua essência!
    A premissa parece até boa ou bem fantasiosa, mas acho que não daria certo pra mim não. Já ia chamar essa mulher de doida varrida e xingamentos piores.

    E você disse que o livro é um pouco parado no começo, né? Taí mais um motivo pra eu me esquivar dessa leitura, não gosto de histórias longas demais quando tem pouca ação e emoção. Fui pesquisar no skoob e são mais de 500 páginas, né? Talvez a história pudesse ficar mais enxuta.
    Mas enfim, gostei da sua resenha, foi bem sincera e não me animei com o livro. rs :/

    Bjos Thai!
    Blog|Twitter|Instagram|Sorteios

    ResponderExcluir
  13. De alguma forma, a literatura brasileira está ganhando mais força, mais nomes e isso é muito bom! Talvez se torne um hábito para o leitor brasileiro. Gostaria também de convidar vocês da Felicidade em Livros para conhecer um pouco do meu trabalho e da minha irmã, nós somos as IRMÃS DE PALAVRA. Venha nos visitar: http://irmasdepalavra.com.br/
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  14. Olá Thaila,

    Parabéns pela resenha, não conhecia o livro, tem uma premissa interessante apesar das ressalvas,....bjs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Thaila-linda,
    Já tenho esse livro por aqui e só não o li ainda por falta de tempo, mas pretendo. :D Você não é a primeira pessoa a mencionar o desenvolvimento lento desse livro. Apesar disso, entendo que a autora não perde a atenção do leitor e isso revela o seu talento. Espero chegar ao final do livro com aquele sentimento agradável, de quem encontrou uma grande história!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Thaila!
    A história do livro parece ser muito interessante, pena que a leitura não foi tão boa assim.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa