Resenha Calor da Paixão



Calor da Paixão
Coleção Noites Quentes de Verão
Volume 1
Harlequin, 2014
As duas histórias são fortemente marcadas por homens bem sucedidos e que tem o auge de sensualidade, um grego e outro italiano. Ao mesmo tempo encontramos mocinhas fragilizadas por perdas e incrivelmente apaixonadas por seus entes infantes , entretanto mesmo com enredos parecidos cada história deixa uma marca e tem suas peculiaridades.



Herança da Paixão
Sinopse: Aristandros Xenakis é uma pantera pronta para dar o bote. Atraente, sombrio e extremamente poderoso, ele em breve sentirá o doce sabor de sua vingança…Ella está desesperada para ter contato com sua sobrinha, mas a guarda é de Aristandros, seu ex-noivo! Sem escolha, aceita a exigência dele e se torna sua amante. Ingênua e inexperiente, Ella não é como as interesseiras
que costumam esquentar a cama de Aristandros. Com certeza, será apenas uma questão de tempo até ele se cansar dela…Será?

Aristrandos, ou simplesmente Ari, nunca levou um não. Todos os seus desejos sempre foram realizados minuciosamente, por isso quando Ella não só o frustra nesse quesito, mas se nega a ser sua esposa abnegada e maternal e decide seguir uma carreira ele jurou vingança.

Sete anos se passaram, mas nada aplacou a raiva de Ari e agora ele tem a arma perfeita para dominar Ella e fazer com que ela se torne submissa: a sobrinha Calliope! 

Quando Ella conheceu Ari, um sentimento novo e arrebatador tomou conta dela, mas ela tinha sonhos a seguir e não iria abandoná-los . O preço pago por suas escolhas foi uma separação cruel por parte de sua família que a rejeitou, ela não conheceu a sobrinha que ajudou a gerar, não teve contato com a mãe, ou com a irmã nos últimos anos e nem teve a oportunidade de se despedir no enterro da mesma e do cunhado. E se ela quiser fazer parte da vida de sua amada sobrinha terá que se submeter as chantagens de Ari.
“− O que eu adoro em você é sua falta de ilusão ao meu respeito, glikia mou – replicou com ironia- Espera que eu seja o patife que sou” p. 39

Ainda bem que Ari sabe que é um patife, poxa usar uma criança na sua vingança é maldade demais! Deu vontade de dar uns tapas nele! E na Ella também, que criatura mais sonsa! Sua inocência é muito ilusória e como é possível amar um homem que tanto a destrata? Não entendo!

Lynne sempre segue mais nessa linha de um romance mais ficcional, com aquele mocinho que acha que dinheiro compra tudo e que todos devem se render ao seu poder. Alguns títulos dela muito me agradam, mas esse não me envolveu, ao contrário eu desenvolvi uma antipatia muito forte pelos protagonistas e isso arrastou a leitura.

Partilha do amor
Sinopse: Taylor Adamson está cara a cara com o homem com quem deve dividir a guarda de seu sobrinho, o insensível e arrogante Dante d'Alessandri. E ele não dará trégua. A princípio, Dante vê Taylor apenas como uma babá, mas logo percebe que ela poderia desempenhar uma função mais prazerosa… em seu quarto. O implacável italiano quer descobrir até onde Taylor é capaz
de se sacrificar pelo bem de seu sobrinho…e apostará alto!

Taylor e Dante me conquistaram de primeira!!!
Taylor perdeu a irmã, Dante o irmão em um acidente fatal marcou a vida das duas famílias, mas ambos dividem a alegria de terem o sobrinho Ben, um menino de três anos.

A história dos nossos protagonistas poderia ter tomado outro rumo se Taylor não tivesse se fechado para o amor, mas Dante é um homem persistente e saberá derrubar toda essa resistência.

“−Você virou o herói dele –disse Taylor enquanto eles subiam a escada atrás de Ben, para a siesta habitual.
−Mas não o seu.”

Compartilhar a guarda de Ben pode ser mais difícil do que Taylor imagina, pois na mente dela um magnata como Dante não iria colocar um garotinho para dormir ou ler uma história, mas esse é Dante, um homem surpreendente e que cada vez mais desperta uma Taylor esquecida até que ela finalmente ceda ao casamento e... a cama de Dante.

Foram as pequenas coisas que Dante faz e a forma como ele age que me conquistaram, terminei a história com um suspiro de contentamento! Com certeza a segunda história superou minhas expectativas e diferente da anterior foi uma leitura bem rápida e agradável.

4 comentários:

  1. Oi! O primeiro livro fiquei confusa ele é ou não pai da menina ? Se não por que ficou com ela ? Fiquei curiosa agora rsrs o segundo parece ser melhor mesmo. Vou adicionar todos a minha conta do Skoob. Bjos ♥️

    Clickliterarioblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Thaila, tenho vontade de ler os dois! <3 Amo os romances Harlequin! <3 Que pena que o primeiro não foi muito bom...

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oie Thaila =)

    Da Harlequin eu sempre me interesso pelos romances de época. Os contemporâneos até possuem uma premissa interessante, mas sempre fico com a sensação que as histórias são um pouco superficiais.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  4. oi ^^
    eu não me senti muito atraída pela história e confesso que fiquei um pouco confusa. acho que realmente não é meu tipo de leitura, por isso deixo passar.
    mas, se algum dia eu for ler (vai que) espero gostar! Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa