5 livros sobre Guerra que quero ler...



Amores, hoje quero mostrar para vocês um top 5 de desejados, mas com um tema especifico: Guerra. Parece loucura, mas eu realmente curto ler livros com essa temática, além de me emocionar extremamente eu aprendo muito pela riqueza de detalhes e a pesquisa que os autores fazem para elaborar seus enredos.
Eu sinto que tenho que estudar e procurar entender mais dessa barbárie sem medida e tão aterrorizante que assolou o mundo.  Quero muito compartilhar esses livros e que espero, em breve, ler.




Quando Pierrot fica órfão, precisa ir embora de sua casa em Paris para começar uma nova vida com sua tia Beatrix, governanta de um casarão no topo das montanhas alemãs. Mas essa não é uma época qualquer: estamos em 1935, e a Segunda Guerra Mundial se aproxima. E esse não é um casarão qualquer, mas a casa de Adolf Hitler. Logo Pierrot se torna um dos protegidos do Führer e se junta à Juventude Hitlerista. O novo mundo que se abre ao garoto é cada vez mais perigoso, repleto de medo, segredos e traição. E pode ser que Pierrot nunca consiga escapar.




O depoimento da pequena Anne Frank, morta pelos nazistas após passar anos escondida no sótão de uma casa em Amsterdã, ainda hoje emociona leitores no mundo inteiro. Seu diário narra os sentimentos, medos e pequenas alegrias de uma menina judia que, com sua família, lutou em vão para sobreviver ao Holocausto.
Lançado em 1947, O diário de Anne Frank tornou-se um dos maiores sucessos editoriais de todos os tempos. Um livro tocante e importante que conta às novas gerações os horrores da perseguição aos judeus durante a Segunda Guerra Mundial.
Agora, seis décadas após ter sido escrito, este relato finalmente é publicado na íntegra, com um caderno de fotos e o resgate de trechos que permaneciam inéditos. Uma nova edição que aprofunda e aumenta nossa compreensão da vida e da personalidade dessa menina que se transformou em um dos grandes símbolos da luta contra a opressão e a injustiça. E consagra O diário de Anne Frank como um dos livros de maior importância do século XX. Uma obra que deve ser lida por todos, para evitar que atrocidades parecidas voltem a acontecer neste mundo.



Em 1944, Priska, Rachel e Hanka chegaram a Auschwitz determinadas a sobreviver e a defender a vida dos bebês que levavam em seus ventres. Em Os bebês de Auschwitz, Wendy Holden narra as histórias dessas jovens judias que resistiram bravamente ao horror dos campos de concentração e aos trabalhos forçados na esperança de conhecerem seus filhos. Além de investigar o passado, Holden acompanhou o reencontro de Eva, Mark e Hana, os três sobreviventes nascidos dentro das instalações nazistas.
Holden equilibra a pesquisa rigorosa e a escrita sensível para reconstituir as vidas de Priska, Rachel e Anka antes de 1938, quando Hitler começou a impor restrições aos judeus. Entre o medo do avanço Reich e a esperança pelo fim da guerra, essas mulheres viveram seus primeiros amores, se casaram e sonharam com o futuro de suas famílias apesar do futuro sombrio que se desenhava.
Priska e Tibor, Rachel e Monik, e Hanka e Bernd fizeram tudo ao seu alcance para permanecerem juntos, mas com a deportação para Auschwitz-Birkenau os casais foram separados. Cada uma das mulheres se viu responsável por lutar por sua vida e pela de seu bebê. Elas receberam caridades inesperadas, foram vistas com desconfiança e testemunharam o melhor e pior do que o ser humano é capaz.
Wendy Holden recorreu a entrevistas, cartas e diários, criando um relato comovente, que detalha a eficiência com a qual os nazistas exterminaram milhares de judeus e mostra como pequenos gestos de solidariedade permitiram que várias vidas fossem salvas. Mais que um relato sobre o horror da guerra, Os bebês de Auschwitz é narrativa impressionante sobre o amor materno, a persistência, a coragem e a gratidão.



Ao perceber que a pequena Liesel Meminger, uma ladra de livros, lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. A mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História.




Dois Irmãos, Uma Guerra é a história comovente de dois garotos nascidos em Berlim, em 1920 - um judeu e seu irmão adotivo ariano -, criados como gêmeos por pais judeu-alemães, à sombra do Nazismo. Mas, com a mudança do cenário político, eles acabam em lados opostos durante a Segunda Guerra Mundial - um fazendo parte da Waffen-SS e o outro, do exército britânico - e têm que se confrontar com uma escolha inimaginável, que mudará completamente o destino de ambos. Qual deles sobreviverá? Como irão enfrentar a terrível verdade oculta em seu passado?

10 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Nossa, eu também adoro esse tipo de livro, sempre são muito profundos e emocionantes. Também quero ler os livros citados, e, se você ainda não leu, te indico "Beco da ilusão", também com esse tema e muito bom!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. Oi Thaila, tudo bem?
    Eu não curto esta temática, mas já li alguns por conta de escola e parcerias. Dos que você citou, eu já li O Diário de Anne Frank. Gostei muito do livro. Mas, é uma leitura densa e triste demais.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Thaila!
    Eu evito livros com esse tema porque me emociono demais, depois fico dias pensando nas pessoas e tudo que elas sofreram.
    Da sua lista, já li A menina que roubava livros. Leia!!! É muito bom, e tem um filme também.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Oi Thaila! A Menina Que Roubava Livros é um dos livros que mais amo na vida. É triste, mas lindo demais.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Gostei do top 5 Thaila e assim como você, curto bastante livros que retratem a Segunda Guerra Mundial. Estou ansiosa para ler O Diário de Anne Frank! Já li A Menina que Roubava Livros e curti bastante, tanto que pretendo reler o livro assim que possível. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  6. Olá tudo bem? Eu comecei a ler a menina que roubava livros mas não me prendeu, pelo contrário, achei muito parado. engraçado que o filme eu achei sensacional. Estranho não? Talvez toda regra tenha mesmo a sua exceção. Agora os outros livros que você colocou eu quero muito ler, principalmente o da Anne Frank. Adoro os cenários de guerras no livros e acho que ajuda muito a fluir a leitura.
    Vim passear no seu cantinho e segui pra acompanhar as próximas novidades.
    beijinhos,

    https://leiturize-se.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    desses que você mencionou gostaria de ler o da Anne Frank e da Menina que roubava livros, devem ser ótimos!

    Beijos

    BLOG ||| INSTAGRAM ||| FACEBOOK

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bem???

    Adorei o post! Desses ai já li O diário de Anne Frank e A menina que roubava livros. Gostei mais desse último, mas recomendo demais os dois. Comprei a menina que roubava livros em 2010/2011, e acho que vim conseguir ler depois de uns 3 anos.

    O começo é chato. Muito chato.
    Mas depois fica ótimoo!

    Recomendo. Beijos

    Jeh
    Colecionadores de Livros

    ResponderExcluir
  9. MELHORES ESCOLHAS!!!!

    Também quero lê-los ♥

    Bjksssss

    ResponderExcluir
  10. Vou ver se acho "Dois irmãos, uma guerra", fiquei curiosa.


    Beijos

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa