Resenha Dez Coisas Que Aprendi Sobre o Amor




Dez Coisas Que Aprendi Sobre o Amor
Sarah Butler
Novo Conceito, 1025
Sinopse: Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?

Alice é uma mulher do mundo, uma verdadeira nômade, em parte isso se deve por não se dar tão bem com as irmãs mais velhas e não saber lidar muito com o pai, só que ela é obrigada moralmente à voltar para casa para ficar junto da família que em breve estará de luto, já que o patriarca esta em fase terminal.
Daniel é livre nas ruas de Londres, mas preso em seu coração pela saudade de alguém que nunca teve a oportunidade de conhecer e é assim que a trama se desenvolve, tendo as belíssimas ruas londrinas de cenário e um amor fraternal que supera os limites.
Desde que li a degustação me vi muito intrigada para conhecer a trama toda, entretanto, confesso que termino extremante decepcionada, mas antes de elencar os motivos pelos quais eu não gostei quero deixar claro quais elementos me atraíram na trama:
1° Para mim Daniel é quem dá uma luz a trama, seu clima de mistério e sua história nas ruas me comoveram bastante e é pelos olhos dele, por assim dizer, que conheci Londres afinal ninguém conhece mais o seu lar do que quem mora.
2º Eu, particularmente, gosto muito de tramas intercaladas entre os narradores, então achei que foi bem favorável a autora usar dessa estratégia para construir sua história, e para ela fez isso com delicadeza e cuidado, pois eu acho super complicado você não só construir, mas também trabalhar com dois personagens tão distintos.
3º A capa é charme depois que você consegue entender o principio básico da história, afinal ter flores de papel não pareceu tão interessante à principio, mas tem uma coerência por trás.
4° É interessante ver como as histórias vão se interligando, claro que no começo todos enquanto leitores gostamos de fazer conjecturas próprias acerca da história, mas é bacana você ir se surpreendendo página a página
Estes são os pontos favoráveis a trama.
Agora vou elencar os motivos pelos quais não gostei da trama:
1° Quando se quer escrever de sentimentos, eles devem estar muito presentes, eu tenho e quero me sentir tocada pela compaixão, chorar e rir com o personagem e isso eu não senti no livro da metade pra frente, foi como se os mesmos estivessem fora do contexto e em algumas cenas eu não senti a emoção que a autora quis transparecer.
2° ALICE, meu, eu sou chata, mas ela bate o recorde! Foi uma antipatia natural e instantânea. Eu vi defeitos nela que eu tenho e que não gosto. Me pareceu que ela estava sempre preocupada com outra coisa, não com a situação. É estranho ver uma pessoa tão egoísta a ponto de só pensar em seu relacionamento destruído e destrutivo em vez de tentar cultivar uma aproximação com as irmãs a quem ela sempre tem algo negativo para elencar. Me deu a impressão que ela queria ser uma mártir em vez de uma protagonista, é como se suas ações gritassem “tenham dó de mim.”
3° O desgaste que a trama sofreu do inicio ao fim, a autora parece que teve dificuldade em manter a sua história, no meio houveram desvios desnecessários, diálogos sem sentido, algo que não agregou ao livro.
4° Usando de gancho o terceiro ponto e talvez o maior pecado da autora, o final foi abrupto, era como se ela dissesse terminar logo e terminou sem mais nem menos, juro eu terminei o livro e fiquei com cara de paisagem. Me senti criança que tem o doce roubado, eu precisava de um up pra ter um gás pra terminar a trama e acabei com um livro que pra mim esta inacabado, imaginei mil finais mais satisfatórios.
Eu sei, ficou extenso todo o meu discurso, mas saibam que eu estou sendo totalmente sincera em cada ponto, em cada elucidação. Eu não gostei, sinto muito. Sei que gostos são diferentes e que você que esta lendo a resenha e leu o livro, amou, favoritou e quer dormir abraçadinho com o mesmo pode estar me chamando de louca agora, mas eu de verdade não consigo dar um parecer positivo, pelos pontos que elenquei porque curti não posso salvar a trama toda de um declínio anunciado. Foi uma decepção literária para esse 2015.

12 comentários:

  1. Oi!
    Fiquei feliz por ver que não sou a única. Vi uma resenha em vídeo de uma blogueira que curtiu o livro. Além de algumas resenhas com no minimo 3 estrelas.
    Sua colocação “tenham dó de mim” é perfeita para o que senti sobre Alice.
    Beijão!

    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Thaila!

    É péssimo quando isso acontece. Tendo em vista todos os pontos que você citou, minha vontade de ler o livro tornou-se inexistente. Personagens chatas me cansam, finais incoerentes também...
    Adorei sua resenha!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Poxa, ainda não recebi o meu exemplar...bjos

    ResponderExcluir
  4. Relaxa Thaila, como você disse, gosto é gosto. Eu mesma não me interessei pelo livro.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. Oi Thaila!
    Eu estava tentada a comprar esse livro, eu não recebi, lembra que eu esqueci de pedir?
    Agora nem quero mais, de gente chata já basta eu!
    Bjus!

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Gostei da sua resenha :)
    Fiquei um pouco curiosa com a trama, mas acho que não sairia correndo para ler... , mas achei a capa muito bonita
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  7. Oi Thaila!
    Eu esperava mais desse livro...
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela resenha Thaila! Estou ansiosa para ler Dez Coisas que Aprendi sobre o Amor e espero não me decepcionar. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  9. Esse livro tá na minha lista *.*
    Beijinhos :*

    Sankas Books

    ResponderExcluir
  10. Oi, Thaila. Essa será minha próxima leitura e já vou lê-lo com mais cuidado. Espero gostar e se não gostar, aprender algo pelo menos. Gosto de ler resenhas bem críticas e a sua não deixou a desejar.

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. É muito ruim quando isso acontece ne??Affs...Também peguei um livro que me decepcionei esse mês, mas vamos em frente e parabéns pela sinceridade.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Esse livro deve ser lindo.
    Quando li a degustação, também fiquei bem curiosa com ele.
    Quero ler logo.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa