Resenha Por toda a eternidade



Por toda a eternidade
Firefly Lane, Livro 02
Kristin Hannah
Novo Conceito, 2014
Sinopse: Tully Hart é uma mulher ambiciosa, movida por grandes sonhos que, na verdade, escondem as lembranças de um passado de abandono e dor. Ela acredita que pode superar qualquer coisa ao esconder bem fundo os sentimentos de rejeição que carrega desde a infância... Até que sua melhor amiga, Kate Ryan, morre. Então, tudo começa a mudar para Tully, que se vê escorregando em um precipício cheio de memórias melancólicas e remédios para dormir...
Dorothy Hart — ou Cloud, como era conhecida nos anos 1970 — está no centro do trágico passado de Tully. Ela abandonou a filha repetidas vezes na infância. Até que as duas se separaram de uma vez por todas. Aos dezesseis anos, Marah Ryan ficou devastada pela morte da mãe, Kate. Embora seu pai e seus irmãos se esforcem para manter a família unida, Marah transformou-se numa adolescente rebelde e inacessível em sua dor. Tully tenta aproximar-se de Marah, mas sua incapacidade para lidar com os sentimentos da afilhada acaba empurrando a menina para um relacionamento infeliz com um rapaz problemático.
A vida dessas mulheres está intimamente ligada, e a maneira como elas vão rever seus erros e acertos constrói um romance comovente sobre o amor, a maternidade, as perdas e o novo começo. Onde há amor, há perdão...

“Dorothy podia não saber muito sobre sua filha, mas sabia disso: Kate era o chão sobre o qual ela pisava, o corrimão que a impedia de cair. Era a irmã pela qual Tully tanto ansiara, mas nunca tivera; a família que sua filha tanto queria.” p. 280
Tallulah Hart é um frangalho do que costumava ser, a jornalista top que apresentava um programa de alta audiência está em decadência. Tully largou tudo pelo qual lutou para cuidar de sua melhor amiga que perdia uma batalha para um câncer, após a morte de Katie tudo se complicou ainda mais, todos que a amavam também morreram de certa forma.
Marah, a filha mais velha de Katie, convive com a culpa típica de adolescente que brigava com a mãe e os caçulas gêmeos estão tão assustados com toda a situação que se fecham, já Tully não consegue cumprir sua palavra e zelar por todos, não quando sua própria dor a consome momento à momento.
 “A Tully sabe uma ou outra coisa sobre a dor, não se esqueça disso. Ela passou a vida toda escondendo essa dor.” p. 34
Quando mais uma tragédia assola tanto a família Ryan quanto Mularkey tendo Tully como epicentro da situação, as lembranças se tornam a chave para entender o passado, presente e ao mesmo tempo almejar o futuro.
“As lembranças são o que somos, Tul Por fim, esta é toda a bagagem que leva com você. O amor e as lembranças são o que dura. Por isso a vida passa diante de seus olhos quando você morre – você está escolhendo as memórias que quer. É como embalar as coisas.” p. 90
Uma das grandes questões centrais debatidas no livro é o relacionamento entre Dorothy, a mãe de Tully, e a filha que sempre foi cercado de mágoas e abandonos, eu sempre quis saber qual é a história de Dorothy e Kristin soube brilhantemente transformar essa “vilã” em uma pessoa humana de erros e acertos.
 “Ela esperou por você de mil maneiras diferentes” p. 383
Este foi um livro que não me fez chorar, sim, eu gostei, mas faltou algo! Não parecia a história que eu queria que fosse, com aquela carga dramática que tanto esperava, isso me deixou ao mesmo tempo surpresa e decepcionada. Surpresa porque eu me vi presa pela história, mas decepcionada por não ter me emocionado tanto.
Também demorei pra entrar no ritmo da história, pois a contagem cronológica dela entre passado e presente me deixou um pouco perdida, mas depois que me atentei a trama ficou mais dinâmica, no estilo causa/consequência de situações. Gostei muito de Kristin ter dado voz à seus personagens, nos fazendo mergulhar nas suas histórias individuais, também gostei do trabalho sutil com a espiritualidade e com a questão da vida que transcende o que conhecemos.
Na época do lançamento muito se falou se este livro seria uma duologia com “Amigas para sempre”, eu optei ler na ordem, mas depois percebi que dá sim pra ler individualmente, entretanto recomendo que leiam para compreender o quanto a amizade dessas duas mulheres guiou a vida e as escolhas.
Sem mais delongas, Por toda a Eternidade se mostra um enredo bem delineado, percebe-se que cada personagem foi pensado e trabalho de forma única, para criar a empatia que tão casualmente me peguei sentindo, mais uma vez Kristin ganha um espaço todo especial em meu coração apaixonado de leitora! Leiam e se encantem.

12 comentários:

  1. Gosto muito do jeito que escreve ^-^ ótima resenha. Beijinhos
    Maju Sociedade do Livro

    ResponderExcluir
  2. gostei muito da resenha esse livro esta na minha lista de desejados a muito tempo ^~ beijinhos
    http://omagodocondado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha!
    Eu li só o primeiro livro, e foi muito rápido, a autora escreve de forma leve e envolvente, além de que as personagens são facilmente apaixonantes. Estou ansiosa para ler segundo, mas não sei quando terei a oportunidade. Beijos

    Desfocando Ideias

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada da autora. A capa é linda e me chamou a atenção desde a primeira vez que a vi, mas não tinha ideia de sobre o que era a história. Confesso que, lendo agora sua resenha, percebi que não é muito meu estilo não. Acho que esse aí eu vou deixar passar, rs.... Mas a resenha, como sempre, ficou show!

    =)

    Suelen Mattos
    ___________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  5. Kristin Hannah é uma ótima contadora de histórias. Mas confesso que se posso passo pelos livros dela sem ler. Acho as histórias muito tristes :'(


    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  6. Oi Thaila,
    Até hoje não li nada da Kristin e pretendo ler Por Toda Eternidade mais pra frente, quem sabe eu goste.
    bjuu,
    http://orocardovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Thaila!
    Eu ainda não li esse livro, mas acredito que vou chorar um pouquinho durante a leitura rs
    Bjks!

    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela resenha Thaila! Já li Amigas para Sempre e amei! Estou ansiosa para ler Por Toda a Eternidade! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  9. Adorei a sua resenha! Nem acredito que tenho esse livro aqui e ainda não o li, vou dar um jeito nisso logo haha

    Beijos!
    http://aluafoiaocinema.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, uma boa resenha! Mas acho que não é um livro que prenda muito, pois contém muito drama.

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Como sempre tua resenha muito bem feita! ♥

    O livro não é o que normalmente, eu leio.

    Beijos
    www.modaeeu.com.br

    ResponderExcluir
  12. Aí eu lhe pergunto... Por que não li ainda???

    Amei a resenha. Acho que os pontos negativos que você encontrou não irão de forma alguma me incomodar. Pelo contrário. Tenho certeza que vou adorar!!

    Bjkssss

    Lelê

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa