Resenha Motivos para Mudar



Motivos para Mudar
Duas histórias
Desejo, Ed. 235
Harlequin, 2015
Dose tripla – Maureen Child: Autora Bestseller do USA TODAY
Sinopse: Empresário, bilionário… e pai?
Quando Connor King descobre que é pai de trigêmeos, sente que foi enganado. Porém, nada o impedirá de reivindicar seus herdeiros, nem mesmo a sedutora guardiã das crianças. Após a morte da mãe de Sage, Sam e Sadie, Dina Cortez jurou protegê-los. O problema é, quem irá salvá-la do que sente pelo sombrio e desafiador sr. King? Quando Dina e os bebês se mudam para a mansão de Connor à beira-mar, ela sabe que está a apenas uma batida de coração da enorme cama de Connor.

Quando Connor abre uma correspondência ele acaba de perceber duas coisas: foi enganado e é pai.
Ele que já é bem desconfiado das intenções do mulherio que o cerca se vê na mais terrível das armadilhas quando descobre que sua melhor amiga e a companheira dela mentiram ao dizer que a inseminação artificial a qual ele se propôs como doador de esperma não deu certo, deu tanto certo que ele tem três bebês do dia para noite!
Com a morte de Jackie e Helena, Dina assumiu como guardiã dos bebês e contatou Connor com a intenção de fazê-lo fazer parte da vida das crianças e quem sabe ajudá-la com as despesas, só o que nenhum dos dois imaginava é que a química entre eles seria tão explosiva.
Tudo que Connor sabe sobre bebês é que eles são fofinhos e quando contrariados choram, como ele, um King, um empresário de sucesso estaria numa situação tripla de sufoco entre banhos, fraldas e macacões com botões de pressão?
Saudade da Maureen e de suas histórias! Os Kings estão de volta aliás, eita família boa! Maureen explora primos, irmãos, amigos e afins neste livro que resgata histórias passadas de forma bem explicada para dar coerência a sua trama central focada em Connor, Dina e os trigêmeos, mas é inegável que é uma delicia passear por entre essa família. Li super rápido, primeiro que nem vi as páginas passarem, é tão magnético ler e imaginar Connor correndo atrás dos bebês, ganhando a confiança dele, se tornando realmente pai ao mesmo tempo em que vive entre farpas e beijos com Dina.
“Connor não desejava uma esposa, apenas uma parceira de cama. Alguém para cuidar de seus filhos.” p. 124
O romance é intenso e arrebatador, mas claro que Connor é um cabeça dura e que promete de encher de amor e raiva, prepare-se para se encantar! Amei a história! Maureen mais uma vez arrasou!

Acordo de Paixão – Emily McKay
Sinopse: Uma mentira convincente!
Para conseguir a guarda da sobrinha, Wendy Leland precisa de um marido, e rápido! Mas quando seu rico, bem sucedido e sensual chefe se oferece para o cargo, ela fica relutante. Esconder o desejo que sente por Jonathon Badgon seria quase impossível… ainda que necessário! O único motivo para o controlado magnata ter feito a proposta era evitar ser abandonado por sua indispensável assistente. Mas quando Jonathon começa a fazer o papel de noivo apaixonado, fica claro que sair do escritório direto para o quarto mudará a vida de ambos para sempre!
 “Peyton, sem duvida, precisava de Wendy. Mas ele também precisava.” p. 171

Essa história é um misto de contentamento e ao mesmo tempo frustração para mim, isso por que por um lado a história me realizou, ao narrar a história de Wendy, a garota problema da família por assim dizer. Wendy é rica, tem uma família influente e desde a adolescência parece querer enfrentar os familiares com comportamentos que não são os esperados: ela andou em companhias não tão boas na juventude, meteu-se em encrencas, ela cursou uma faculdade que a família não aprovava, trabalha num ramo que sua família não se atrai, mas ela não faz isso por pirraça, mas sim por seguir seu coração e suas vontades, então ela não é uma mocinha clássica dos romances, e para conseguir a guarda da priminha bebê e já órfã ela terá mais uma vez que se romper com o convencional e se casar... com seu chefe.

Jonathon sabia valorizar uma boa secretária e para mantê-la ele faria de tudo incluindo casar-se de mentirinha com ela e ter de enfrentar a tenebrosa família convencional e poderosa dela.
Só resta um problema: como estes dois vão conseguir conviver e fingirem estarem tão apaixonados sem se render ao amor verdadeiro?
“Eu estava a segundos de jogar minha calcinha no chão, e você só estava provando um ponto?” p. 181
O enredo em si é bom, uma mocinha lutando para provar que é capaz de cuidar com amor e zelo de uma bebê, rompendo com os pré-conceitos de sua família e ao mesmo tempo um homem astuto que sabe do que precisa para manter sua empresa em pé. Ambos lutam contra a amargura da infância e adolescência, cada um tem seus traumas e seu próprio calcanhar de Aquiles, tem uma pitadinha de humor aqui e ali, mas senti que o livro enfraqueceu muito depois da metade, ficou mais parado, como se tivesse perdido o ímpeto, tornando-se difícil de prosseguir a leitura, pois diferentemente do começo que me prendeu o final me deixou dispersa, sem aquela ansiedade de terminar a trama.
De forma geral, ambas as histórias conseguem ter pontos positivos, mas a minha preferida é a primeira, não só pela autora, mas pela construção e execução do enredo.

6 comentários:

  1. Assim que esse livro saiu (acho que foi em outubro/2015 se não me engano) eu fui logo conferir a sinopse porque amo a Maureen Child. Mas confesso que foi a sinopse do outro livro que me chamou mais a atenção. Pode imaginar minha carinha de desânimo quando vi que ela não te empolgou tanto, né?! Agora minha alegria deu uma murchada. Acho que não vou ler por enquanto não, rsrs.... Mas arrasou na resenha. Deu até vontade de ler a primeira história, mesmo não sendo muito meu estilo, hehe!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro, mas é uma pena que a história tenha fraquejado no final :(
    De qualquer forma fiquei curiosa pra tirar minhas próprias conclusões.
    Parabéns pela resenha :)

    Beijos
    http://www.culturaliteraria.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Thaila!
    Que fofa essa capa!!
    Não li esse livro mas só de ler sua resenha já sei que também vou gostar mais da primeira história.

    Obs: Tem sorteio novo no blog :)
    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Oi Thaila, tudo bem?
    Eu gostei de ambas as sinopses, mas pela sua resenha senti que vou curtir mais a primeira. Eu gosto muito das histórias da Maureen, do jeito como ela constrói seus personagens e os desfechos simples porém harmoniosos que ela costuma dar as suas histórias.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu ouvir falar de uma família de homens maravilhosos que compõem uma série! Opaaaaaaaa! Já gostei, preciso conhecer essa série! Anotada! Adoro essas histórias de homens que se vem pais de repente e depois se vem apaixonados e mudam, melhoram e encontram um desfecho feliz! Talvez por isso ame romances!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    Nossa fiquei bem interessada pela primeira, já a segunda não me chamou tanto a atenção, mas quem sabe uma hora eu volto a ler esses romances curtos e que mexem tanto com a gente.

    Beijos
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa