Resenha Questões do coração

Questões do Coração

Emily Giffin

Novo Conceito

2011

 

Sinopse: Tessa Russo é mãe de duas crianças e esposa de um renomado cirurgião pediatra. Apesar dos avisos de sua mãe, Tessa recentemente abriu mão de sua carreira pra se focar na família e na busca da felicidade doméstica. Ela parece destinada a viver uma boa vida. Valerie Anderson é advogada e mãe solteira de Charlie que tem apenas 6 anos e nunca conheceu o pai. Depois de muitas decepções, ela desistiu do amor - e até mesmo das amizades - acreditando que é sempre mais seguro não ter muitas expectativas. Embora as duas mulheres vivam no mesmo subúrbio de Boston, elas tem muito pouco em comum além do amor pelos filhos. Mas numa noite, um trágico acidente faz suas vidas se encontrarem de um jeito inesperado. Em uma história alternativa e com vários pontos de vista, Emily Giffin nos emociona com um livro luminoso em que boas pessoas são pegas em circustâncias insustentáveis. Cada um sendo testado de maneiras que nunca pensaram ser possível. E cada um deles descobrindo o que realmente importa.

Esse é um livro bem difícil de comentar, pelo menos para mim. Em vários momentos quis largar a leitura e deixar de lado, mas terminei, pois queria ver se o que eu previ aconteceria. Enquanto lia tive muitos momentos de parar e me perguntar “e se...”, sempre me colocava no lugar dos personagens e tive muitas reflexões.
Tessa Russo e Valerie Anderson tem vidas bem distintas, enquanto Tessa se dedica unicamente a família, a criação dos filhos e sendo a esposa do importante cirurgião infantil Nick Russo e se adaptando a rotina atribulada do marido, Valerie luta para trabalhar e ser mãe solteira do pequeno Charlie. Porém essas duas mulheres tem algo em comum: o amor incondicional por seus filhos.
Quando um chamado urgente interrompe o jantar em comemoração do aniversario de casamento dos Russos, Tessa não podia imaginar a guinada que sua vida ia dar.
Eu, sinceramente, não consegui simpatizar com a Valerie, foi antipatia a primeira lida, eu me sensibilizo pela situação que ela está passando, mas em momento algum aprovei suas ações e a maneira como ela lidou com a situação. Por mais que ela queira dar a impressão de mulher forte e independente ela não passa de uma carente que gosta de se fazer de mártir, sendo sempre a coitadinha, a sofredora. Nick Russo também me pareceu fraco de caráter e muito volúvel e acima de tudo covarde.
Os capítulos são alternados entre Valerie e Tessa como uma forma e conhecermos mais dessas duas mulheres e essa forma de escrever me agrada muito, pois sinto que dá uma visão privilegiada dos personagens que leio. É meio difícil falar dessa história, é tão rica, tão cheia de informações que qualquer coisas que fale a mais pode ser spollier.
Confesso que precisei ler outras resenhas para ver se fui muito infantil em minhas considerações, mas percebi que é um livro contraditório, pois se você toma partido de uma ou de outra sua visão se torna diferente. Eu tomo partido da Tessa, então pra mim tudo se torna ou 8 ou 80 e não consigo de maneira nenhuma perdoar Valerie, eu queria dar uma bofetada nela.
Eu quase não falei da Tessa, para mim ela foi uma grata surpresa, uma mulher centrada e realista que tem consciência de seus atos e suas atitudes e não se isenta de culpa, mas não consigo me imaginar na situação dela e tomando as atitudes dela.
Emily cria uma trama que te faz pensar, te faz sobre amor e relacionamentos. Acima de tudo, ela nos mostra que devemos ser felizes e tomar as melhores decisões para alcançar a nossa felicidade.
Se você leu “Presentes da vida” e se lembra de Dex e Rachel vai gostar de saber que eles fazem aparições nessa trama, afinal ele é irmão de Tessa. Emily escreve sobre perdão, crise dos sete anos, casamento, fidelidade e lealdade de uma maneira muito perspicaz, como disse no começo é uma leitura em que você a todo o momento se pensa “e se fosse comigo?”. Eu gostei do livro, mas para mim não é o melhor livro dela, fui com muita ansiedade ao livro e acabei me decepcionando em alguns aspectos.

22 comentários:

  1. Achei um livro bem diferenciado pela forma como sua história é desenvolvida. Demonstra ser peculiar ao abordar temas simples da vida, algo comum para a grande maioria das mulheres, o amor incondicional aos seus filhos.

    Qual nota você dá a esse livro?

    Bjs
    Teorias do Leão da Montanha
    Curta Teorias do Leão da Montanha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá, para mim o livro é nota 7, todo o desenvolvimento dele me deixou a desejar por motivos pessoais

      Excluir
  2. Livros da Emilly ela é tão fofaaaa!!Ainda não li esse livro, mas claro quero ler Rsrsr
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero em breve ler outro dela e tirar essa má impressão que ficou

      Excluir
  3. Parabéns pela resenha, tá muito fofa,ainda n li nenhum livro dessa autora, pero amei sua resenha.
    bjs
    modaeeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu fiquei com muito receio de escrever essa resenha! ainda bem que curtiram

      Excluir
  4. Oi Thaila tudo bem florê?
    Eu sou suspeita em falar de Questões do Coração, dos livros que li da autora foi o que menos gostei, assim como você eu queria bater na Valerie, nossa mulherzinha sem noção! Entendo perfeitamente teu ponto de vista amiga.
    Beijos!!!
    In The Sky Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai que bom que vc pensa igual a mim, ótimo saber sua opinião!!!!!

      Excluir
  5. Parabéns pela resenha Thaila! Já li Questões do Coração e curti bastante. Confesso que o final não me agradou, mas entendo, já que é algo que acontece com frequência. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. foi exatamente o final que para mim deixou a desejar! diferentemente de você eu não consegui aceitar a postura dos personagens

      Excluir
  6. O livro é lindo, Thaila, mas como você eu também acabei meio decepcionada com o final depois. Ela conseguiu levar o livro de uma maneira deliciosa, mas não conseguiu dar um final satisfatório aos personagens, eu acho. Mas, de qualquer forma, amo os livros Emily!

    Beijos,
    Inara
    www.lerdormircomer.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. realmente Inara, esse livro deixou muito a desejar pra mim. Diferentemente de você, pra mim do meio pra frente ele não fluiu

      Excluir
  7. Oi Thaila!
    Eu já li esse livro e também achei difícil defender um ou outro personagem. Esse foi o único livro que li da autora, mas vou procurar esse "Presentes da vida" que você citou.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. realmente Sora, eu fiquei muito raivosa enquanto lia!

      Excluir
  8. Oi Flor,
    Eu comecei lendo O Noivo da Minha Melhor Amiga, pois me disseram para não ler Presentes da Vida antes, já que esse seria o primeiro. Então digamos que para entender tudo teríamos de começar com o que li, depois Presentes da Vida e por fim Questões do Coração. Quando eu tiver oportunidade quero realizar a leitura desse, mas só depois de Presentes da Vida. As vezes ficamos nos perguntando mesmo, como a escritora pode transformar alguns personagens em pessoas que odiamos ou não gostamos nem um pouquinho. Bela resenha e tens de apontar o que acha mesmo...bjus elis - http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que os enredos criados nos fazem pensar em como seria a situação no nosso cotidiano e poxa a gente nunca quer que nada nos atinja e quando isso acontece acabamos por nos revoltar

      Excluir
  9. Oiee ^^
    Li esse livro no ano passado e não gostei muito. Não consegui gostar das personagens e nem da história, que foi ficando cada vez mais cansativa...
    MilkMilks
    DM
    Milkshake de palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. realmente não é um livro fácil de ser lido e muito menos digerido

      Excluir
  10. Eu nunca li nada da Emily, mesmo tento a coleção de livros dela quase completa. O que me preocupa são esses temas parecidos o que para mim funcionaria ler os livros dela com intervalos de tempo. Como os personagens aparecem um nos livros dos outros, pode ser que eu tenha que começar pelo Noivo da minha melhor amiga, o único que me falta.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é bom você ler pra conseguir seguir a lógica dos personagens

      Excluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa