Resenha Corações Raros




Corações Raros
Trilogia McNair
Desejo, Ed. 240
Catherine Mann
Harlequin, 2016

Sinopses: O CORAÇÃO DE UM COWBOY
De ex para a eternidade? Para garantir sua herança, Stone McNair precisa provar que tem coração. Sua missão é achar um lar para os cães da avó… na companhia de Johanna Fletcher, sua ex. Viajar ao lado do homem que partiu seu coração não é um problema. Difícil mesmo é resistir à sedução implacável de Stone. Logo, ambos percebem que uma semana juntos não será o bastante!

O CORAÇÃO DE UMA MULHER
Seduzida pelo cowboy! Nina Lowery não entendia o charme sedutor dos cowboys. Até levar o filho para um rancho e conhecer o dono, Alex McNair. Assumir um compromisso para conseguir parte da propriedade da família não era o que ele planejava, mas Nina e o filho eram a chave para o futuro. Quebrar a promessa que fizera à avó não era uma opção… muito menos partir o coração de Nina.

O CORAÇÃO DE UM HOMEM
Uma noite, um segredo! Amie McNair faria de tudo para agradar a avó, até mesmo viajar com o homem escolhido para cuidar do império da família. Apenas precisava manter-se afastada… e encontrar uma forma de contar para Preston Armstrong que está esperando um filho dele! Preston também tem um segredo. E ficar próximo de Amie faz esse cowboy recluso desejar se abrir. Mesmo que o passado ameace o futuro ao lado dela.

A trilogia corações raros, conta as histórias dos irmãos Amie e Alex e o primo de ambos, Stone. Todos foram criados pela avó Mariah, que agora encontra-se muito doente e a beira da morte, antes de partir a velha matriarca da família tem um teste para cada neto, afim de descobrir qual deles esta mais preparado para liderar as empresas da família.

Na primeira história, O coração de um cowboy, conhecemos Stone e Johanna, um casal que sempre teve forte ligação afetiva e amorosa, mas que no momento estão separados e tem que se suportar para cumprir o desejo de Mariah de levar os cães da senhora para novos e bons lares.

A relação dos dois terminou de forma abrupta e dolorosa, então esse tempo juntos promete cutucar feridas antigas.

Sobre as minhas impressões serei muito breve, principalmente por conta de não ter muitas boas impressões. A história não conseguiu me conquistar ou realmente prender a minha atenção, para mim Stone e Johanna foram muito maçantes e seus problemas particulares não convenceram ou fizeram com que eu criasse empatia. Sinceramente, é um dos casais mais apáticos que já conheci.

Já a segunda história, O coração de uma mulher, teve um poder sobre mim totalmente diferente da primeira trama. Nina teve uma história de vida sofrida, o casamento que não deu certo, o filho autista incompreendido pelo próprio pai e pelos avos paternos, a viuvez cedo... uma bola de neve de problemas. Sua chegada ao rancho dos McNair é mais uma tentativa de gerar bem estar ao filho, o que ela não imaginava era encontrar para si mesma uma fonte de bem estar.

Alex tem uma missão, mas se vê entre a cruz e a espada ao perceber que terá de decepcionar uma das mulheres que ama, essa será sua escolha mais difícil.

Sobre essa história tenho milhões de elogios a rasgar, Alex e Nina não só tem química, como também tem emoção e causam simpatia e empatia, eles conquistam. Alex é o melhor de um protagonista: romântico, sedutor, agradável e é daqueles que faz a gente se sentir cortejada. 

Nina e seu filho Cody também dão show, o amor de Nina como mãe é impressionante, é visceral e instigante. Cody é um dos personagens mais fofos, apesar de falar pouco suas ações dizem mais, além de um menininho lindo, ele promete te conquistar pela sua capacidade. Com ele ri e chorei e me encantei perdidamente pela história.

Já em O coração de um homem, a montanha russa volta a descer. Aime cresceu cercada da beleza dos concursos, imponente e consciente de sua beleza ela tem uma altivez que beira a metidez. (Já viram que não fui muito com a fuça dela, né?). Preston é um homem que me surpreendeu, eu não dava muita coisa por ele e me surpreendi, não me apaixonei por ele, mas consegui ter uma relação mais harmônica.

Como os dois são tão antagônicos vocês estão, assim como eu, se perguntando como eles conseguiram fazer um filho? Não vou contar, pois é spoiler, mas poderia ser bem melhor! Bem melhorrrrrrrrrrrr.

Apesar de meus altos e baixos com as histórias, a mensagem é clara: Vovó Mariah foi esperta, mexeu com os netos igual como se faz com peças de um jogo de tabuleiro... isso tudo para mostrar-lhes que o amor é a única fonte real de riqueza e felicidade. A meu ver, Catherine Mann pecou na elaboração de seus personagens, não importa quão bom um enredo seja, se seus personagens não conquistam todo o esforço cai por terra. Se fosse para dar uma nota, daria no máximo um 5,5. Infelizmente não foi uma leitura conforme eu esperava.

9 comentários:

  1. Aparentemente nenhuma dessas histórias eu lerei, foge muito do meu tipo!

    Amei sua resenha e a verdade das histórias.

    Mil beijos
    www.modaeeu.com.br

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente o livro não me chamou muita atenção, e nem a capa em si kkkk
    É uma pena quando o livro não atende nossas expectativas...

    Www.booksever.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Thalia, não é meu estilo de livro, curti sua resenha mas não leria no momento..

    Beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/2016/05/resenha-maquina-de-caminhar.html

    ResponderExcluir
  4. Não consigo me imaginar lendo isso, hahaha. Ainda mais com essa capa.
    Sua resenha esta ótima, sempre perfeita, mas o livro... ufffff não.

    Bjksssssss

    ResponderExcluir
  5. Oi Thalia!!!

    Sdoro um cowboy, mesmo com essa monta russa eu fiquei com vontade de ler os três rsrsrrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oie Thaila =)

    A premissa do livro parece boa. Bem aquele tipo de leitura ideal para curar ressaca literária. Porém, acho que me incomodaria bastante em relação a construção dos personagens também. Aliás esse é o detalhe que mais vem me incomodando no livros que ando lendo.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha Thaila. Uma pena que a a autora tenha construído uma história bacana mas acabou não desenvolvendo tão bem seus personagens. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Nossa, faz tempo que não leio um romance de banca. Eu costumo ler quando estou querendo algo para relaxar, sabe? Vou anotar essa indicação para ler futuramente \o/
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Sua resenha ficou muito boa!
    Faz tempo que não leio um romance de banca. Não faz muito meu estilo, mas às vezes, gosto de ler um para relaxar.

    Um abraço!

    http://meuslivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa