Resenha Cada toque seu



Cada toque seu - (Special 86) - Susan Meier
2 histórias
Harlequin, 2014
Novo Caminho
Sinopse: Missy Johnson se desdobra para cuidar de seus trigêmeos e administrar seu negócio em ascensão. É muito trabalho para uma pessoa só! Ela só não contava que Wyatt McKenzie, que acabou de voltar à cidade, estivesse disposto a ajudá-la…

Wyatt sempre gostou de Missy, ele foi seu colega de sala e professor de física durante um bom tempo no ensino médio, mas eles não eram exatamente compatíveis, ela a garota popular, ele o nerd de óculos que todos zoavam. Quinze anos depois, Wyatt é um homem bem sucedido, que está recém separado de uma mulher que tentou sugar tudo o que podia dele, além de descrente em relação ao sexo feminino sua mente está voltada para ir à cidade natal em busca de completar o inventário de sua avó.
Quase nada mudou na pequena cidade de Newland, as casas ainda estão lá e as velhas lembranças também, inclusive Missy, por quem a atração de adolescência parece ter retornado, ela é sua vizinha novamente, mas dessa vez ela é mãe. Não de uma, mas de três crianças.
Missy foi abandonada pelo marido com os trigêmeos ainda bebês e sem dinheiro. Disposta a recomeçar ela luta para manter a duras penas seu negócio próprio, mas luta ainda para apagar as lembranças de uma fatídica noite de baile de formatura tantos anos antes.
Os trigêmeos são um achado a parte, enquanto as duas meninas são mais quietas Owen, o homenzinho da casa é o mais engraçadinho. É impossível não se apaixonar por essa família.
A história escrita por Susan se delineia de forma simples e crescente, é envolvente. Exatamente por relutarem é que torcemos por esse casal, mesmo querendo afastar-se um do outro isso não é possível, pois os corações já estão unidos! É impossível ler e não suspirar, vem suspirar também!

Corações Unidos
Sinopse: O magnata Dominic Manelli procura Audra Greene porque precisa de ajuda para cuidar do sobrinho órfão. Mas ele acaba caindo em uma armadilha do coração... O playboy deixa de querer as noites na cidade para ficar com Audra e o bebê!

Dobradinha da Susan!
De repente Dominic teve que ser aquilo que nunca foi: responsável. Responsável não só por uma empresa, mas por uma vida, a vida de seu sobrinho Joshua. Com a morte iminente de seu irmão e a incapacidade da família da cunhada de cuidar do pequeno ele passa a ser responsável pelo pequeno, mas como ele vai cuidar de um bebê? Eis que chega Audra!
Audra é filha da governanta da casa e está com problemas financeiros para tocar seu negócio de organização de casamentos. Dominic tem dinheiro, mas quer uma coisa em troca... que ela seja babá de seu sobrinho!
Disposta a não deixa a vida de playboy de Dominic se sobressair às necessidades do bebê ela está disposta a colocar esse homem na linha e fazê-lo entender que agora ele é pai!  E ainda vai ter que aprender a conviver com esse charmoso homem, ambos sob o mesmo teto. Aliás, ela tem experiências com playboys, foi abandonada por um na porta da igreja! Ela não se deixaria machucar por mais um desse “gênero”.
Dominic parece não ter consciência de suas novas responsabilidade, parece ignorá-las e no começo você quer dar uma tijolada nele por isso, ele age como um babaca! Mas conforme as páginas mudam e ele vai convivendo com o pequeno e sua babá acaba percebendo que a vida caseira é bem melhor do que a de solteiro badalador!
É bonito ver a reconstrução desse personagem, seu desenvolvimento e o florescer do amor, não só entre os personagens principais, mas também a interação com o bebê. Duas histórias lindas que é impossível largar!

12 comentários:

  1. Oiee =)
    nossa faz tempo que li um romance de banca, mas livros como bebê são sempre uma graça e sempre me tira sorrisos pelas situações inusitadas. espero ter a oportunidade de ler esse e gostar tanto quanto vc.

    Beliscões da Máh ♥
    Blog |Instagram |Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Máh você ai adorar, uma boa história, romântica na medida certa

      Excluir
  2. Gostei da resenha Thaila. Não sou fã desses romances de banca que possuem duas histórias. Dá a impressão de que para sintetizar tudo em um único livro, as histórias ficam meio que rasas. Fiquei feliz em saber que neste isto não acontece. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. entendo sua opinião Nessa, acredito que o as histórias tenham começo, meio e fim satisfatórios e não são corridos

      Excluir
  3. Li esse livro por agora também e achei ele bem tranquilo e leve, mas repetitivo. Talvez se eu tivesse alternado as narrativas a leitura seria mais proveitosa.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nesse ponto eu discordo de você Denise, na primeira história temos um ar mais realista, de amor de infância de candura, na segunda vejo Dominic como um dominador e playboy que tem que descobrir suas prioridades

      Excluir
  4. Wyatt me deixou curioso para saber como ele lidou com a Missy. Adoro histórias de amor.

    abraços
    Teorias do Leão da Montanha
    Curta: Teorias do Leão da Montanha

    ResponderExcluir
  5. Oi Thaila!
    Que legal que as duas histórias do livro foram boas! Gostei da resenha.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Sora, espero que tenha se animado a ler

      Excluir
  6. Oi Thaila!
    Quando vi essa capa nos lançamentos de março tive certeza que você iria escolher esse livro para leitura do mês ^^ Gostei mais da premissa da 1ª história, com o retorno ao lar do mocinho e o resgate de um antigo amor =)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ta me conhecendo bem hein, Elis? bebês me conquistam!

      Excluir

Deixe sua opinião, ela será muito bem vinda e levada em consideração para promover melhorias!

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa